Resenha: Toy Story 3… Eu me emocionei…

Esse filme fecha a trilogia Toy Story com muita classe e inteligência. Tenho 23 anos. Quando o primeiro filme foi lançado (1995) , eu tinha 7 anos de idade e 12 na altura do segundo (1999). O tema principal deste terceiro filme é a ida de Andy para faculdade, onde não há espaço para brinquedos em seu quarto (dormitório da faculdade). “Tá, mas o que tem de inteligente nisso?” Explico: Eu acompanhei os outros filmes… Era pequeno nos dois primeiros, mas agora já tenho idade para ir para a faculdade… Já me desfiz de brinquedos… Então me identifiquei com a história. Lembrar daquele tempo de infância, tempos onde não haviam maiores preocupações além de “Onde está meu Shiryu (Cavaleiros do Zodíaco)”. Bate aquela nostalgia (lembrar com saudades do passado), aquele momento em que você olha para o “nada” enquanto um sorriso bobo estampa sua cara face. Eu me identifiquei com isso. Não digo que todos sentiram, mas um dia com certeza sentirão. Achei uma jogada de mestre, acompanhar o crescimento de uma parcela dos fãs.

Pouquinho de spoiler, bem pouco mesmo*

Como já disse na intro, Andy vai para a faculdade e sua mãe pede à ele para se desfazer de “tranqueiras” (que mãe já não pediu isso à seus filhos?) ou guardar no sótão. Nesta parte, por um engano, todos os brinquedo do garoto vão parar em uma creche. Leva um tempo até aparecer o fofo vilão da trama, um brinquedo que um dia teve um dono mas que fica revoltado por não ter mais. O foco no primeiro filme foi mais nos dois, Woody e Buzz. No segundo, Woody com seus conflitos emocionais e os novos amigos, da sua série de TV, e neste, no Woody também, tentando mostrar ao pessoal o que eles deveriam fazer. Surge um certo romance no ar. =)

O dublador do Ken no trailer é o Alexandre Moreno, mas no filme mesmo não é. As vezes acontece, como foi o caso do Luciano Huck no “Enrolados” (Trailer com um dublador, filme com outro). Mais uma vez a dublagem Brasileira “dando um baile”, como diria a mãe, com suas adaptações. Há uma cena em que o Buzz chama o Ken de metrosexual… Rs… Mas no original é algo como “Brinquedo de menina”.

É um filme bonito, visualmente e emocionalmente, com uma historia bonita, mostrando como sempre, a lealdade aos amigos, sejam eles humanos ou brinquedos.

Bonita também a mensagem final…Por mais que alguma coisa nos traga boas recordações, as vezes temos que nos desfazer dela… Algo que não tem mais utilidade para você, pode fazer a felicidade de outra pessoa. Confesso que no fim, caiu um cisco em meus olhos… =P

Se este é o fim definitivo, não sei, mas que teve um fechamento digno da série, isso sim. Super recomendo, para quem curte animação é indispensável assistir.

Curiosidade

As cenas em que o Buzz “habla” Espanhol vem do original, mesmo na versão dublada, a voz é aquela.

Dica

Deem uma olhada no site da LojasAmericanas e no Submarino, de vez em quando (ou sempre) eles tem promoções legais. Eu mesmo tenho vários DVDs comprados lá, paguei em cada um na faixa de R$ 9,90. Vale a pena, mesmo nessa era de transição, de DVD para Blu-ray, já que os players do segundo lêem o primeiro. #fikdik

Anúncios

Sobre Denis Nascimento

Denis Francisco do Nascimento tem 24 anos e desde pequeno sempre gostou muito de desenhos, queria ser desenhista quando maior fosse! Não sei se por desleixo ou falta de "dom", ainda não sabe desenhar direito... =P... Acabou conhecendo a modelagem e animação 3D e gostou muito. Pintura também acha interessante! =)
Esse post foi publicado em 3D, Animação, Resenha e marcado , . Guardar link permanente.

4 respostas para Resenha: Toy Story 3… Eu me emocionei…

  1. deoene disse:

    é,tambem me emocionei…foi alem da expectativa! =P
    na minha opnião esse filme não foi um fim,acho que no último filme John Lasseter vai meio que fazer questão de dirigir,começou com ele e deve acabar junto com ele!
    é isso,Lee Unkrich sabe bem o “know how”,de qualquer forma fiquei satisfeito!
    tchau,fique com Deus,até logo!

  2. Waine Ferreira de Souza disse:

    Não, não foi um cisco que caiu em meu olho, não. Chorei, chorei sim. Na parte da despedida com o cão, da irmã, na cena em que eles quase são incinerados, todos de mãos dadas, já resignados. Mas, chorei ainda mais na cena em que ele brinca pela última vez com seus brinquedos e a Boonie, a nova dona. O filme é uma amostra riquíssima do RITO DE PASSAGEM, adolescência- fase adulta. Ele estava triste ao se despedir dos brinquedos, mas sabia que era inevitável.
    Tenho 42 anos, e o Andy,cabeludo, magricela, dono de um cãozinho e vários brinquedos lembra em muito a minha saída de casa. Saí aos 23 anos de Fortaleza para o DF, para morar sozinho e definitivamente. Entrei num táxi e nunca mais voltei a morar com meus pais. Meu cãozinho, em seis meses morreu.
    No ano passado, quando minha mãe veio me visitar, trouxe um dos brinquedos que sobreviveu ao meu irmão, dez anos mais novo: um Stratus, primeiro carro a controle remoto da Estrela, talvez do Brasil. Corri, comprei pilhas e baterias novas e brinquei com meu garotinho de um ano. Foi mágico.
    Portanto, acredito muito num TOY STORY IV. O Andy, casado como eu, revisitando uma Boonie já adolescente, e mostrando Woodie, Buzz e companhia para o seu filhinho/filhinha, como sutilmente ouvimos numa das falas do Rex antes de irem para o sótão: quem sabe quando o Andy tiver filhos…

    • Denis Nascimento disse:

      =) Obrigado pela visita, e ainda mais, por ter dedicado teu tempo para escrever este comentário.
      Sim, muitos já passaram por isso, de ir embora de casa, de doar brinquedos… Filme emocionante. Mas sinceramente, eu prefiro que não haja o próximo filme. Gostei da maneira simples e comovente como o filme terminou… Naquela cena singela…

  3. daniel disse:

    Sera que Vai Ter Continuação Desse Filme ???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s